Identifique se a blindagem do seu carro é realmente segura!

O Brasil é o país com a maior frota de carros blindados do mundo. Para garantir que a busca por tranquilidade e segurança no trânsito seja alcançada com sucesso, atentar-se aos detalhes das blindagens é essencial. “Tecnologia e certificados são importantes mas não definem uma blindagem segura e eficaz. Ela está nos detalhes, que são fáceis de identificar” explica Sandro Giaffone, diretor da SOMA Blindados com mais de 25 anos de experiência no mercado. O especialista na arte de blindar carros revela cinco dicas especiais para ajudar na identificação.

Confira abaixo:

1 – Questione o nível da blindagem: “Existem quatro níveis de proteção de blindagem em território nacional: : o I, II-A, II e III-A. No entanto, o mais recomendado é o último e o usado pela SOMA Blindados: o nível III-A, pois garante proteção contra potentes armamentos”, diz Sandro que recomenda sempre questionar qual o nível que será feito no projeto do seu automóvel.

2 – Execução do projeto: “É necessário prestar bastante atenção ao tipo de veículo que o cliente deseja blindar. Um estabelecimento sério e que visa a segurança deve advertir que alguns modelos de veículos são menos recomendados para passar pelo processo de blindagem”, diz Sandro e complementa “Os materiais, aplicação, suspensão e potência do carro são algumas das justificativas que podem dificultar”.

3 – Referência no mercado – Empresas que oferecem valores muito abaixo do mercado e blindagens mais leves que a faixa limite devem ser contestados. Além disso, “é imprescindível checar e conhecer a empresa antes de fechar negócio, visto que muitas concessionárias arrematam acordos com blindadoras interessadas apenas na comissão, que não realizam checagens de procedência de materiais e antecedentes” explica Sandro.

4 – Padrão de exigência e qualidade – “A SOMA Blindados trabalha com o mais alto padrão de exigência. A blindagem é completamente projetada antes da linha de montagem, o que melhora a qualidade do acabamento, reduz o tempo de aplicação e, principalmente, permite antecipar pontos vulneráveis no sistema. São realizadas, também, instalação de buchas e parafusos usados na indústria aeroespacial, abertura total dos vidros das portas dianteiras, preservação de todos os sensores, como os de chuva, luz e câmera.” declara Sandro sobre metodologia desenvolvida em seu próprio negócio.

5 – Mantas balísticas – Outro cuidado apresentado como diferencial de qualidade está nas mantas. “Os painéis balísticos atingem resultados superiores com menor número de camadas de aramida, possibilitando blindagens até 20% mais leves. Eles são aplicados nas áreas opacas da carroceria do carro com a mais alta tecnologia, vulcanizadas com Neoprene®”, conta Sandro.

Questionamentos simples podem garantir um carro seguro. “É sempre importante atentar-se para esses cinco pontos, pois uma boa blindadora de carros oferece, no mínimo, que todos eles sejam cumpridos no projeto.” incentiva Sandro Giaffone.

SOMA Blindados

A arte de blindar automóveis requer expertise e um serviço impecável, algo que não falta na empresa de Sandro Giaffone. De família tradicional no ramo do automobilismo, Sandro acumulou um know-how de mais de 25 anos no mercado para, à frente da SOMA Blindados, entregar, junto a sua equipe de especialistas, os mais variados projetos que garantem a segurança de seus clientes.

Seguindo os mais altos padrões de qualidade e blindagem, a empresa oferece proteção para que seus clientes se sintam extremamente seguros em seus automóveis. “Nossa experiência é o melhor atestado de eficiência e qualidade. Além disso, a escolha de uma mão de obra especializada é fundamental”, afirma Sandro Giaffone.

Fonte: https://www.segs.com.br/veiculos/227811-como-identificar-se-a-blindagem-do-seu-carro-e-realmente-segura-e-eficaz